Corrida ao ouro no Guadiana

Uma empresa vai avançar com a prospeção de ouro e prata junto ao rio Guadiana.

A Bolt Resources requereu a atribuição de direitos de prospeção de depósitos minerais de ouro e prata em Alcoutim, Castro Marim e Mértola, numa área com 576 quilómetros quadrados.

Segundo um aviso publicado ontem no Diário da República, a empresa Bolt Resources PTY LTD requereu a atribuição de direitos de prospeção e pesquisa de depósitos minerais de cobre, zinco, chumbo, estanho, volfrâmio, antimónio, ouro e prata, numa área chamada Alcoutim.

Há cerca de seis anos, cientistas da Universidade do Algarve que estudavam os sedimentos no estuário do Guadiana, na zona de Castro Marim, descobriram partículas de ouro.